www.cpa10gratis.com

9 de jan de 2011

Agentes Autônomos de Investimento e Irracionalidade


Só quem pode comprar e vender ações na bolsa são as corretoras de valores mobiliários, ou corretora de ações como são mais conhecidas. Os investidores enviam suas ordens para as corretoras via telefone ou homebroker e a corretora executa as respectivas ordens.

A maior parte das corretoras fica no eixo Rio-São Paulo, com  um peso maior para São Paulo. Para ganhar capilaridade as corretoras atuam através de afiliados, os agentes autônomos de investimento (AAI). Os AAI são indivíduosque  após se submeter a uma prova da ANCOR (relativamente fácil), se cadastra na CVM e passa a atuar como intermediário entre a corretora e os seus clientes, podendo atuar como pessoa física ou constituir uma pessoa jurídica; A atuação do AAI é parecida com a do corretor de seguros, mas ao invés de ganhar uma comissão sobre a venda de um seguro, os AAI ganham sobre as operações com ações.

Quanto mais operações os investidores fazem, mais os AAI ganham. Esse é o grande problema! Diversos estudos mostram que as operações de curto prazo não são a melhor estratégia de investimento, principalmente por causa do custo de transação, ou seja os custos de corretagem que "engolem" o lucro do investidor. Os AAI recebem em média metade da corretagem gerada pelos clientes que ele prospectarem para as corretoras. Se seus clientes seguissem a bem sucedida estratégia  conhecida como "Buy and Hold" (adotada por grandes investidores como Warren Buffet), ou seja de comprar e segurar por um longo prazo, os AAI não ganhariam nada.O trabalho dos AAI, portanto, é fazer os seus clientes comprar e vender ações no menor tempo possível, fazendo o seu capital "girar" e o volume de corretagem se multiplicar;

Baseados na idéia de que estão prestando o melhor serviço para seus clientes, os AAI na maioria das vezes cobram ainda uma taxa de corretagem mais alta, agravando ainda mais a situação dos seus clientes (ou vítimas?). Eles costumam utilizar a  chamada tabela bovespa, assim, em uma operação de R$ 30 mil (compra e venda), as corretoras acabam cobrando aproximadamente R$ 650,00 dos clientes, enquanto que se o mesmo operasse na tabela fixa gastaria apenas R$ 30 em média. Nesse caso, a opinião do AAI está valendo R$ 620,00. Na operação exemplificada os AAI recebem aproximadamente R$ 325 por uma operação de poucas horas, cujo risco pertence ao seu cliente, nada mal né? Ainda mais se conseguirem fazer dezenas de operações como essa por dia.

Digo e repito "Ninguém Vence o Mercado Sistematicamente", nem os melhores operadores, dotado das melhores informações. Assim, se o garoto espinhento promete uma taxa de retorno de 5% ao mês tome muito cuidado! Com certeza para conseguir isso, ele arriscará muito o seu dinheiro, mais cedo ou mais tarde a casa cairá.

Como agir diante do seu agente autônomo de investimentos:

Ligue para o seu AAI e peça a ele uma carteira de Longo Prazo com base em análise fundamentalista (todas as corretoras tem esse material), peça para operar pela tabela fixa, e quando ele ligar dizendo que tem um trade certo para ganhar dinheiro, diga que não está interessado.

Para completar, faça uma análise dos trades sugeridos por seu corretor, calcule o que você ganhou e o que pagou de corretagem, tenho quase certeza que você terá ganhado menos que seu AAI. Faça um Benchmark com o Ibovespa, será que vale a pena continuar?

16 comentários:

Antônio A. Amorim Neto disse...

Fico surpreso como profissionais bem sucedidos como médicos, advogados e executivos são tão pouco criteriosos com seus investimentos. Delegando grande parte a profissionais pouco capacitados como grande parte dos AAis.

Clarissa disse...

Quem é na foto?
Parabéns pelo blog!

Anônimo disse...

Funcionário Público Estatutário pode ser Agente Autônomo de Investimento?

Antônio A. Amorim Neto disse...

Desde que não seja no horário de trabalho, não vejo impedimentos. É interessante fazer uma consulta antes de iniciar.

Anônimo disse...

Obrigado por responder a questão do anônimo. Por favor, valendo-me de sua expertise, poderia indicar onde encontrar o melhor ou mais reconhecido material didático para prestar a prova de certificação para AAI?
Qual a diferença entre AAI e CPA-10?

Anônimo disse...

Interessante a sua abordagem, mostra bem o que o senso comum pensa a respeito do assunto. Agentes autônomos só podem dar "palpites" se tiverem mais de 3 anos no mercado e receberem autorização da CVM para tal. E se forem contratados como consultores, não podem exercer a atividade sendo preposto de uma corretora. Análise fundamentalista só serve para manter o emprego de economistas. Se der certo é porque no longuíssimo prazo (20,30 anos) a bolsa só sobe, não tem erro. Quem aposta cegamente em carteiras de longo prazo ainda não recuperou nem metade do que perdeu em 2008, ao passo que quem sabe investir já recuperou e pelo menos dobrou o capital, isso se chegou a perder algum dinheiro. Vá estudar antes de tentar dar conselhos pré-fabricados. O melhor conselho não é ser investidor de longo prazo cegamente, e sim buscar informação e não depender da análise dos outros. Ou se não tiver tempo para estudar, nem se atrever nesse mercado. A bolsa vale a pena, se você fizer parte do seleto grupo de vencedores (menos de 10%, tenha certeza).

Guilherme Jurinic (Autor) disse...

Corretoras "engolem" os lucros dos investidores? Discordo totalmente. Engole daqueles que estão despreparados. Promessa de 5% é arriscado? Bom, nao é isso q vejo a muito tempo..

Marcos Oliveira disse...

Gente na vida tudo tem um preço, o investidor que não quer correr risco não deve entrar neste mercado, vamos para com essa ideia de querer marginaliza o AAI seu gerente do seu banco com certeza já ganhou muito dinheiro nas suas custa lhe empurrando seguros, capitalizações etc... Que nunca lhe renderam na e você ainda diz para todo mundo que meu gerente me atendimento diferenciado, com certeza você já comprou musculo achando que era contra filé , já deve ter assinado um plano de telefonia achando que era um máximo e depois descobriu que tem um amigo que tem o mesmo plano e paga a metade, e que você investido deve fazer a conhecer bem o seu AAI a corretora pela qual ele esta associado, lembre-se tirando as taxa os índice os lucro e os dividendos a relação que sempre regeu o mercado financeiro dês dos primórdios é a CONFIANÇA é nela que você deve se apoiar.

Adriana Atefah B. Ceglio disse...

Acho que depende muito também da ética do profissional. Assim como todos somos otários em pagar SEGURO DE SAÚDE( plano de saúde ou corretora de saúde - risos), ao invés de arroxar o governo que recebe impostos justamente para investir nesses serviços.Existe na Constituição garantia a serviço de saúde de qualidade, mas nós não concordamos em pagar planos? Eles são otários ou nós somos?
Tudo depende bastante. Advogados podem fazer a mesma coisa...só que com uma ganância mais sutil.
A questão que entendo é justamente ética profissional.
Eu quero entrar nesse ramo, mas terei com certeza, o caráter de atitude profissional, de não colocar preço exorbitante pela prestação do serviço.Absurdo isso.
Não é a corretagem que propicia a isso, e sim a falta de ética social dos profissionais.

Antônio Amorim 81-8763.9425 antonio@economiaerealidade.com disse...

Olá Adriana, acho caro cobrar tabela bovespa cheia para dar dois cliques e executar uma ordem para o cliente. Levo em consideração os seguintes pressupostos: 1. O AAI não pode (por lei) opinar sobre ações; 2. O relatório da corretora é de acesso aos seus clientes e não apenas dos AAI. Dessa forma porque não repassar o relatório ao cliente que decidirá se fará ou não o investimento, e realizará por conta própria, evitando elevadíssimas tarifas de corretagem de mesa.

Anônimo disse...

Acredito que antes de criticar um profissional como AAI deve-se levar em conta outros profissionais, médicos e advogados também fazem a mesma coisa como a Adriana disse, muitos dos AAI estudaram Economia, Administração e Contabilidade, e só porque um cara tem diploma de medicina ou advocacia é "exaltado", sendo que muitas vezes nem tem o devido conhecimento para tal, milhões de pessoas morrem em mesas de cirurgias e milhões perdem dinheiro com advogados mal capacitados, são riscos que corremos, se não quer correr riscos não opere na Bolsa de Valores, coloque na poupança.

Anônimo disse...

Em primeiro lugar leigos não deveriam entrar num mercado tão complexo e dinamico, e falando em AAI, voce deveria mencionar tambem os custos operacionais para se manter na atividade, a forma de constituicao da empresa juridica de uma AAI, os impostos cobrados e a taxa da CVM, que é trimestral, e voce fala sem conhecimento de causa, pois temos corretoras cobrando desde 1,99 por ordem executada e a tabela bovespa e mera tabela, voce pode negociar descontos se optar por operar na mesa, enfim como disse so leigo paga tarifas altissimas para operar na bolsa, seja com AAI ou HB

Anônimo disse...

Foi a coisa mais IDIOTA que eu já Li !
NADA do que voce escreveu corresponde a realidade.
Antes de escrever se aprofunde no assunto meu amigo !!

Antonio Amorim Neto disse...

Anônimo - Você acha que alguém pode vencer o mercado sistematicamente fazendo operações de curto prazo?

Anônimo disse...


Os comentários , apresentam maior conteúdo analítico que o texto , colocação sem fundamentação.....Por favor leia e entenda sobre mercado financeiro e apos isso faça uma coisa decente que é tirar essa desinformação do ar .

Abraço

Antonio Amorim Neto disse...

Anônimo, esse post foi criado 5 anos atrás quando os AAI faziam operações frenéticas com ações para garantir suas comissões. Esse texto de certa forma foi profético, as operações de mesa minguaram junto com o mercado e com os clientes quebrados, hoje as grandes corretoras mudaram seu foco, passaram a trabalhar com produtos de renda fixa, consultoria financeira e investimento responsável em renda variável. Sou economista formado em uma das melhores universidades federais do Brasil, mestre (abandonei o doutorado no meio porque passei em vários concursos federais) e sou professor de economia e finanças já faz mais de 15 anos, já formei mais de 3000 profissionais do mercado financeiro em todo o Brasil.