Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2010

CDB - Sempre uma boa opção de investimento

Imagem
O que é? CDB é a sigla de Certificado de Depósito Bancário, um tipo de aplicação em que o investidor empresta o seu dinheiro diretamente ao banco, que por sua vez utiliza os recursos captados nos CDBs para realizar suas operações de empréstimo. O CDB pode ser feito em qualquer banco, e é definido como uma aplicação de renda fixa em que o investidor SEMPRE recebe juros por emprestar o seu dinheiro para a instituição financeira.
Riscos Os riscos do CDB estão relacionados à solvência da instituição financeira, ou seja, seu grande risco é a "quebra" do banco, no entanto, em uma situação extrema como essa, ainda existe o Fundo Garantidor de Créditos (FGC) que garante atualmente até R$ 250 mil, assim você só deverá se preocupar com a credibilidade do banco se tiver aplicações em CDB superiores a esse valor, e se a conta for conjunta com o cônjuge (ou filho) esse limite duplica.
Rentabilidade O CDB é considerado um investimento de renda fixa conservador, mesmo assim tem rentabilidade m…

Quanto custa 1 grama de Cocaína?

Imagem
Economia das Drogas

Comparação entre os valores da Maconha, Crack e Cocaína entre RJ, SP e Nova York.


Fonte: Veja - 15/12/2010


10 anos de Rendimentos

Imagem
Qual foi o melhor investimento da década 2000-2010? Halfeld fez uma análise dos investimentos na década:
http://cbn.globoradio.globo.com/comentaristas/mauro-halfeld/2010/12/13/O-RANKING-DOS-INVESTIMENTOS-NOS-ULTIMOS-10-ANOS.htm

Inflação: - IPCA = 90% - IGPM = 130% Poupança = 124% Dólar = -13% Ouro = 372% CDI = 315% Bolsa: Ibovespa = 356% Petrobrás= 640% Vale = 2000%
algumas observações (óbvias): 1. A bolsa só perdeu para o Ouro.
2. A poupança perdeu feio para o CDI (por isso recomendo quem tiver um graninha a mais migrar da poupança para um CDB que pague pelo menos 95% do CDI, lembre-se que a maior parte dos gerentes tem alçada para negociar a rentabilidade dos CDBs). 3. Quem investiu na Vale tá nadando em dinheiro!

Investimentos: Comece pela Renda Fixa!

Atualmente diversos palestrantes da área de finanças e investimentos empolgam suas platéias afirmando que qualquer um pode ser um milionário e que para isso basta um pouco de coragem para se lançar no mercado de ações e ser feliz. Na verdade, o processo não é tão simples quanto parece, e o mercado de ações parece não ser o único veículo para chegar lá, a notícia boa é que indivíduos de renda média podem sim se tornar milionários, mas isso envolve disciplina e tempo. Um processo muito comum que acompanho há um bom tempo com amigos e alunos é este: 1. O indivíduo descobre o mercado de ações. 2. Após alguns investimentos bem sucedidos em um prazo curto coloca todo o seu dinheiro lá. 3. Em um movimento normal, a bolsa cai drasticamente causando grandes perdas aos investidores. 4. Revoltado com as perdas, o investidor saca todos os seus investimentos no pior momento da bolsa, realizando assim suas perdas e promete nunca mais voltar lá.             Quando reencontro os antes empolgadíssimos inve…

Cuidado com a Taxa de Custódia!

Cuidado com a Taxa de Custódia!
A taxa de custódia é o valor cobrado pelo seu banco ou corretora para "guardar" as  ações ou títulos públicos . Algumas corretoras simplesmente não cobram taxa de custódia (Ex. Banif), enquanto outras cobram taxas mensais bem salgadas.
Normalmente as taxas de custódia para ações são fixas e cobradas mensalmente dos clientes, enquanto que as taxas de custódia para títulos públicos são percentuais com taxas que chegam a 1% ao ano. Basta "dormir" um dia comprado com uma ação para que a taxa de custódia seja cobrada.
Em minha opinião a taxa de custódia não deveria ser cobrada, uma vez que já remuneramos a Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC), instituição responsável por custodiar os ativos, quando obrigatoriamente pagamos a taxa de liquidação na nota de corretagem
Recomendo que os investidores de Homebroker optem por corretoras que não cobram taxa de custódia nem para Títulos Públicos nem para Ações. Um investidor de ações …

Poupar ou Não Poupar eis a questão

Muitas pessoas me dizem que quem poupa não vive, que a vida é curta e foi feita para ser vivida, e coisas do tipo. Concordo com a segunda parte, mas discordo da primeira. Tenho lido muitas pesquisas econômicas sobre felicidade, e apesar de apresentarem dados conflitantes sobre a renda ideal para ser feliz elas convergem em um ponto: um grau elevado de consumo não trás mais felicidade.


Pelo menos desde Adam Smith no século XVIII, os economistas flertam com a psicologia, em  1992, Gary Becker ganhou o prêmio Nobel da economia por suas pesquisas que relacionam microeconomia com o comportamento humano, mas somente em 2002 quando um psicólogo israelense chamado Daniel Khaneman ganhou o prêmio Nobel de Economia, surgiu verdadeiramente um novo ramo das ciências econômicas chamado Economia Comportamental, que a cada ano vem ganhando mais espaço dentro das pesquisas econômicas. A economia comportamental entre outras coisas tenta mensurar a felicidade e apesar de ser clichê, as pesquisas econôm…

Prefácio do Blog

Sou professor de economia há 10 anos, antes disso trabalhei no mercado financeiro, e antes ainda já era um entusiasta da área de investimentos, por essas razões meus alunos e amigos sempre me pedem aconselhamento sobre quanto e onde investir, após dar-lhes algumas breves explicações sempre ouço a seguinte pergunta: - Qual livro você me recomenda? Nunca consegui responder essa pergunta de uma maneira direta, sempre hesitei e após uma pausa recomendei partes de pelo menos dois ou três livros.             Apesar de ter uma boa biblioteca pessoal na área de economia, finanças e investimentos, além de ter acompanhado e comprado grande parte dos livros de finanças pessoais (mesmo os mais superficiais), não me passa pela cabeça nenhum livro que seja didático e ao mesmo tempo crítico e razoavelmente profundo na área de investimentos pessoais, o que vejo por aí ou são livros mais próximos da prateleira de auto-ajuda, aqueles que ensinam a se livrar do cartão de crédito e das compras por impulso…

85% dos Agentes Autônomos de Investimento trabalham com a tabela (caríssima!) bovespa.

Imagem
Pesquisa da Comunidade do Orkut  - Ancor - Agente Autônomo - (http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=54333194) mostra que 85% dos que responderam a pesquisa trabalham com tabela variável da bovespa, ou seja, apenas 15% trabalham apenas com tabela fixa. Isso corrobora com a idéia de que os Agentes Autônomos de Investimento (AAI) "empurram" corretagem cara em seus clientes. A parte boa da pesquisa é que 55% dos AAI trabalham com os dois modelos, ou seja, para os clientes mais informados, eles têm disponível no fundo do armário a corretagem fixa.

Resultados de 05/12/2010