www.cpa10gratis.com

9 de dez de 2010

Cuidado com a Taxa de Custódia!

Cuidado com a Taxa de Custódia!

A taxa de custódia é o valor cobrado pelo seu banco ou corretora para "guardar" as  ações ou títulos públicos . Algumas corretoras simplesmente não cobram taxa de custódia (Ex. Banif), enquanto outras cobram taxas mensais bem salgadas.

Normalmente as taxas de custódia para ações são fixas e cobradas mensalmente dos clientes, enquanto que as taxas de custódia para títulos públicos são percentuais com taxas que chegam a 1% ao ano. Basta "dormir" um dia comprado com uma ação para que a taxa de custódia seja cobrada.

Em minha opinião a taxa de custódia não deveria ser cobrada, uma vez que já remuneramos a Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC), instituição responsável por custodiar os ativos, quando obrigatoriamente pagamos a taxa de liquidação na nota de corretagem

Recomendo que os investidores de Homebroker optem por corretoras que não cobram taxa de custódia nem para Títulos Públicos nem para Ações. Um investidor de ações que possui ativos avaliados em R$ 5.000,00 e paga R$ 18,00 mensais de taxa de custódia de ações, acabará destinando mais de 4% dos seus recursos para pagamento de taxa de custódia, dessa forma, seria mais barato pagar a taxa de administração de um fundo de investimentos e ter seus recursos administrados por um profissional. O mesmo se aplica a custódia de títulos públicos: na renda fixa as margens são apertadas e pagar 1% de taxa de custódia significa retirar boa parte da vantagem que esse tipo de investimento possui sobre CDBs e títulos de renda fixa. Assim, fica o conselho: Diga não a taxa de custódia, e se aceitar, faça de modo consciente, sabendo o custo dela sobre seus investimentos.
Como saber a taxa de custódia?

O ranking das taxas cobradas para custódia de títulos públicos pode ser visto nesse link:

Já para saber a taxa de custódia do banco ou corretora, só entrando em contato direto com a instituição.

Nenhum comentário: