www.cpa10gratis.com

5 de out de 2018

Devo Investir pelo Banco ou por uma Corretora?

Uma das dúvidas mais comuns dos investidores é se deve investir pelo banco que tem conta ou por uma corretora.

Os BANCOS de varejo (Bradesco, Itaú, Santander, BB, Caixa, etc) em geral têm uma gama mais limitada de produtos com um forte direcionamento para seus próprios títulos (LCA, LCI e CDB) que em geral rendem pouco em relação aos bancos menores, mais desconhecidos. Existe também um forte direcionamento para os fundos de investimento do próprio banco, que por sua vez, também tendem a ter taxas de administração mais elevadas e um leque relativamente pequeno de produtos. 

As vantagens de aplicar no banco que recebemos nossa renda muitas vezes estão relacionadas ao relacionamento que temos com o gerente, a mobilidade dos recursos investidos, principalmente para "tapar" eventuais buracos na conta corrente, para isso muitos bancos dispõem de recursos automáticos de resgate de aplicações, e também dos descontos nas tarifas de manutenção da conta corrente, algumas vezes é possível economizar mais de mil reais por ano com isenção da tarifa de conta, descontos na anuidade do cartão de crédito entre outros oferecidos pela instituição financeira.

Já as CORRETORAS DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS (CTVM) são instituições financeiras especializadas em investimentos, somente através delas (ou das distribuidoras - DTVM) é possível, por exemplo, comprar e vender ações na bolsa. Existem dois tipos de corretoras, as vinculadas aos bancos (Ex: Bradesco Corretora) e as independentes (Ex.: XP investimentos). As corretoras em geral contam com profissionais mais especializados e um leque maior de produtos de investimento, principalmente as corretoras independentes, que trabalham com uma grande diversificação de fundos e produtos de renda fixa, de vários bancos e gestores num só lugar, a chamada "arquitetura aberta".

Para fins de comparação, imagine que você vai fazer um seguro do seu carro no banco, a única seguradora disponível será a do banco, que pode não ser a melhor para o seu automóvel, mas quando você faz com um corretor de seguros autônomo ele faz cotação em mais de 10 seguradoras diferentes, indicando o melhor produto para você, o mesmo ocorre com uma CTVM independente, você tem uma grande linha de fundos e produtos disponível, geralmente com maiores remunerações e menores taxas de administração. O custo de manutenção de uma conta numa corretora normalmente é zero, existirá uma taxa de custódia quando o investidor possuir investimentos em bolsa ou tesouro direto, normal.

Atualmente já existem bancos como o BTG pactual digital que assim como as corretoras possuem arquitetura aberta, mas em geral os bancos possuem uma oferta limitada de produtos que tendem a ser menos competitivos. Por esse motivo sugiro abrir uma conta numa corretora para quem tem um volume razoável de dinheiro para investir e quer aprender, diversificar e encontrar produtos melhores.

Abrir uma conta numa corretora é fácil, você pode fazer através da internet ou através de uma agente autônomo de investimentos. Ao investir com orientação de profissionais tanto em bancos como em corretoras é importante ser crítico, lembrar que muitas vezes eles estão ganhando com o que estão indicando, e que talvez aquela indicação não seja a melhor. Sempre recomendo questionar e se informar se aquela opção é segura ou é a de custo mais baixo, para isso é muito importante dominar o básico do mundo dos investimentos.

Nenhum comentário: